segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Depressão - Medo ou desconhecimento

Nesse artigo conheça 8 sintomas de pessoas que levam a vida com o que chamados de “depressão mascarada”, doença que elas tentam esconder ou mesmo que nem sabem que têm. 

Embora a sociedade atual demonstre, de modo geral, um maior conhecimento sobre a depressão, o que se vê, muitas vezes, é uma compreensão equivocada desta doença e de seus sintomas. 

Veja também

Por tratar-se de uma doença marcada por um estigma, nem sempre conseguimos identificar familiares ou pessoas próximas que estejam lutando contra a depressão. 

Pior ainda: devido às concepções equivocadas sobre os diferentes modos de manifestação da doença, e o tipo de ajuda a ser buscado, muitos indivíduos que sofrem de depressão não recebem o devido diagnóstico. 

Veja também

O resultado disso é que muitos indivíduos convivem com uma depressão mascarada – ou seja, invisível para as pessoas que os cercam, ou mesmo para eles próprios. 

Além disso, nos casos em que não recebeu o diagnóstico adequado, o indivíduo tenderá a lidar com seus problemas de modo a esconder a depressão, e terá dificuldades para reconhecer os verdadeiros sintomas da doença. 

Veja também

É preciso deixar de lado a concepção de que o sofrimento é sempre visível. Deste modo, será possível compreender melhor e oferecer ajuda aos que lutam contra as doenças não manifestas. 
Listamos, a seguir, alguns sinais de uma pessoa que talvez sofra de uma depressão mascarada. 

Veja também


1. Ela talvez “não pareça deprimida” 
Influenciados por estereótipos culturais e veiculados pela mídia, muitos têm uma imagem equivocada do comportamento e da aparência do indivíduo com depressão. 
a visão do senso comum, esta pessoa raramente sai de seu quarto, veste-se com desleixo, e parece estar sempre triste. 
Porém, nem todos que sofrem de depressão têm o mesmo comportamento. 

Veja também

Claro que os indivíduos são diferentes, assim como variam os sintomas e a capacidade de cada um de lidar com a doença. 
Muitos conseguem exibir um “verniz” de boa saúde mental – como mecanismo de autoproteção, mas o fato de serem capazes de fazê-lo não significa que eles sofram menos. 
Do mesmo modo, as pessoas incapazes de mostrar tal “verniz” não são mais “fracas” que as demais. 

Veja também


2 . Ela pode parecer exausta, ou queixar-se de um cansaço constante
Um efeito colateral da depressão é um cansaço permanente.
Embora este sintoma não se manifeste em todos que sofrem de depressão, ele é muito comum.
Em geral, é um dos piores efeitos colaterais desta doença.
Além disso, se o indivíduo não recebeu o diagnóstico de depressão, a causa deste cansaço pode ser uma incógnita.
Mesmo que ele durma um número suficiente de horas à noite, talvez acorde na manhã seguinte como se tivesse dormido pouco.

Veja também
Conheça os segredos sobre o cultivo de Orquídeas que muitas pessoas não sabem
Receitas Fáceis de Doces sem Açúcar e totalmente explicadas passo-a-passo

Pior que isso: talvez ele culpe a si mesmo, atribuindo isso à preguiça ou então que algum defeito de sua personalidade esteja causando esta sensação de fraqueza e falta de energia.
Este sintoma também acaba se tornando uma dificuldade para quem recebeu o diagnóstico de depressão, mas tenta ocultá-la dos amigos e colegas.
Isso porque esta sensação de cansaço afeta o seu ritmo de trabalho e também os seus relacionamentos pessoais.

Veja também
As 115 Melhores e mais Gostosas Receitas na Panela de Pressão
As 120 Melhores e Mais Gostosas Receitas Caseiras


3. Ela poderá ficar mais irritadiça
O comportamento de uma pessoa com depressão pode ser interpretado equivocadamente, como melancolia. É muito comum que a pessoa deprimida fique mais irritadiça, e que isso não seja interpretado como um sintoma da doença. 
Isso é compreensível, já que a depressão não é problema de saúde “visível”, e tampouco pode ser medido com precisão – o que dificulta o combate à doença. 

Veja também

Além disso, o esforço constante exigido do indivíduo para lidar, ao mesmo tempo, com as inúmeras demandas de sua vida cotidiana, e com a depressão, suga suas energias, deixando-o impaciente e incapaz de ter a compreensão exata sobre as coisas. 
Se o seu amigo ou conhecido recebe o diagnóstico de depressão, e compartilha esta informação com você, uma dificuldade poderá surgir, caso o comportamento desta pessoa não corresponda à imagem (equivocada) que se tem de uma pessoa com depressão: um indivíduo tímido e calado. 
A tendência a ter “pavio curto” e a irritar-se com facilidade é, na verdade, um efeito colateral da depressão. 

Veja também


4. Para ela, pode ser difícil corresponder ao afeto e preocupação das pessoas ao redor
A ideia equivocada mais comum em relação à depressão, sugerida nos parágrafos acima, é que ela causa um sentimento de tristeza. 

Veja também

Pelo contrário: muitas vezes, o indivíduo com depressão não sente nada; ou então vive as emoções de modo limitado ou passageiro. 
Depende de cada caso, mas muitos relatam um sentimento parecido com o “torpor”, e o mais próximo que chegam de uma emoção é uma espécie de tristeza, ou irritação. 
Deste modo, o indivíduo terá dificuldade para corresponder de modo adequado a gestos ou palavras afetuosas. 
Ou então nem se dará ao trabalho de manifestar qualquer reação. 
Talvez demonstre uma irritação nada racional: é possível que o cérebro dele tenha dificuldades para processar e corresponder ao seu afeto e carinho. 

Veja também


5. Talvez recuse a participar de atividades de que gostava muito
Uma atípica falta de interesse em participar de atividades – e durante um longo período – pode ser um sinal de depressão. 
Conforme mencionado acima, esta doença drena a energia do indivíduo tanto no plano físico quanto no mental – o que afeta sua capacidade de sentir prazer com as atividades cotidianas. 

Veja também

Um indivíduo com depressão talvez não se sinta mais atraído por atividades que adorava no passado, pois esta doença acaba dificultando o desfrute de tais atividades, que não satisfazem mais o indivíduo. 
Se não há nenhum outro sinal visível que possa explicar o interesse cada vez menor do indivíduo por estas atividades, este talvez seja um sintoma de depressão clínica. 

Veja também


6. Talvez passe a ter hábitos alimentares incomuns
O indivíduo deprimido desenvolve hábitos alimentares incomuns por duas razões: como um modo de lidar com a doença, ou como um efeito colateral da ausência do cuidado consigo mesmo.
Comer pouco ou em demasia é um sinal comum de depressão. 
A ingestão excessiva de alimentos é vista como vergonhosa, e neste caso a comida talvez seja a principal fonte de prazer da pessoa com depressão, o que a faz comer além do necessário. 

Veja também

Quando o indivíduo depressivo come pouco, em geral é porque a doença está afetando seu apetite, transformando o ato de comer em algo desagradável. 
Isso também pode ser uma necessidade subconsciente de controlar algo, já que ele não é capaz de controlar sua depressão. 
Se a pessoa não recebeu o devido diagnóstico, ou se omitiu diante das pessoas o fato de estar deprimida, elas poderão considerar que os hábitos alimentares “errados” se devem a um defeito de personalidade, e tal “julgamento” fará com que o indivíduo deprimido se sinta ainda pior. 

Veja também



7. Os outros talvez passem a exigir mais de você
Naturalmente, as funções vitais de um indivíduo com depressão não podem ser as mesmas de alguém com boa saúde mental. 
Haverá coisas que ele não será mais capaz de fazer com a mesma frequência, ou abandonará de vez.
Perturbá-lo ou fazer com que ele se envergonhe por causa disso só tende a causar mágoas, em vez de ajudar. 

Veja também

Se a depressão é um assunto que ele tem tido dificuldade de abordar, será igualmente difícil para ele lidar com alguém que fique irritado diante de sua incapacidade de agir do mesmo modo que uma pessoa mentalmente sadia. 
Por isso, convém sempre ser compreensivo com as pessoas, seja de seu círculo profissional ou do pessoal. 
Não há como saber se um indivíduo está simplesmente “desacelerando”, ou se está enfrentando um verdadeiro problema de saúde. 

Veja também


8. Ela poderá ter dias ruins, e dias “melhores”
Trata-se de uma doença com altos e baixos. 
Se o indivíduo sofre de uma depressão mascarada, ou não diagnosticada, pode parecer que suas flutuações de humor são aleatórias, dependendo da regularidade de sua depressão. 
Para você (e mesmo para ele, no caso de ele não ter recebido um diagnóstico), talvez não haja uma motivação para as alterações de humor, mas esta é simplesmente a maneira como a depressão se manifesta em algumas pessoas. 

Veja também

Se você sabe que o indivíduo sofre de depressão, poderá ter a falsa impressão de que ele, tendo passado por uma sequência de dias “bons”, está definitivamente curado. 
O fato de ele ter passado um dia melhor do que na véspera pode ser excelente, mas convém que você sempre lhe peça para que ele deixe claro o que consegue ou não fazer, e em que momentos. 

Veja também

Concluir que o indivíduo que sofria de depressão está plenamente recuperado, ou forçá-lo a retomar rapidamente a rotina normal poderá sobrecarregá-lo, e fazer com que ele se “retraia” novamente. 
Ofereça apoio ao amigo ou parente com depressão, mas deixe queele tome as decisões necessárias.


Siga-nos também no Google+ , Pinterest e Facebook

domingo, 12 de agosto de 2018

Alecrim Fresco e seus Benefícios

Alecrim Fresco
O tempero mais usado no mundo, você sabia disso? 
O Alecrim é uma erva usada desde o séc XIV não apenas como tempero mas sim para fins medicinais, afinal é fonte de ferro, cálcio, magnésio, fósforo, potássio e vitamina B6.

Ver também

São muito seus benefícios, a erva é da mesma família do Hortelã e é muito usada para dar cheiro tanto à comida quanto a aromatizantes.

Onde usar: Ele possuí um gosto cítrico e amadeirado, por isso é aconselhável usa-lo em carnes brancas, como porco, galinha, cabrito, carneiro e peixe. Também pode ser usado para dar aroma em vinagres e óleos.

Ver também

Benefícios: O Alecrim Fresco tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes, desintoxicante, estimula a memória e concentração, melhoram o sistema neurológico e digestivo.

Onde Comprar: É facilmente encontrada em mercados, escolha as com folhas verdes claras e sem manchas escuras, pois é a que contém mais nutrientes e mais sabor.

Ver também

Como armazenar: Guarde em um recipiente tampado em lugar fresco e com pouca luz.

Dica: O Alecrim Fresco é uma planta fácil de plantar em casa, em vasos pequenos. 
A planta pode ser mantida dentro ou fora de casa, apenas precisa de um ambiente iluminado, pouco vento e água algumas vezes na semana.

Curso Completo de Fabricação Produtos Artesanais de Beleza 



Siga-nos também no Google+ e Pinterest e Facebook

sábado, 11 de agosto de 2018

10 Passos para superar as suas fraquezas


Para que a força e a motivação acompanhem o seu estado de espírito é fundamental estar em estado mental perfeito.
Prepare-se para esta jornada, rumo ao sucesso e ao bem-estar emocional. 

Veja também


1 - Registre o sucesso
Faça um exercício. Pegue num papel e numa caneta e escreva as dez melhores coisas que você já concretizou. 
Há sempre momentos, ocasiões, metas alcançadas na vida das pessoas e você deve reter essa informação e abandonar todas as outras que chegam com o pessimismo. 

Veja também


2 - Pontos fortes
Todos nós temos caraterísticas que sobressaem. 
Peça a seus amigos e familiares para enumerarem suas três melhores caraterísticas e faça uma reflexão clara sobre isso e tente sempre destacar seus pontos fortes, trabalhando também seus pontos frágeis.

Veja também

3 - Defina importâncias
Se deixe levar pelos sonhos. 
Pense e repense naquilo que é importante para si, seja isso o que for. 
Tudo o que faz é importante. 
Tenha noção disso. Todas as metas definidas e alcançadas são um sucesso. 
Não importa se usou a melhor estratégia, importa é que você saiba que conseguiu.


4 - Não ao negativismo
Combata constantemente os pensamentos ruins. 
Positivo atrai positivo, negativo atrai negativo. 
Ocupe sua mente com pensamentos positivos pois isso a faz aproximar do que é importante. 
Nunca desista, redefine. Se está demorando, avalie mas nunca desista. 

Veja também


5 - Seu compromisso é o sucesso
Se comprometa a vencer, a ter sucesso. 
Se capacite que tudo fará para conseguir atingir seus objetivos. 
Pode encontrar barreiras, obstáculos, mas nada a vai fazer desistir. 
Pode ter que se desviar, mas nada fará você voltar para trás.

Veja também


6 - Agir, sempre
Sua autoconfiança vai se construir à medida que você for agindo. 
Saiba reconhecer suas competências e suas falhas para que possa melhorar elas. 
Encontre soluções e estude formas de contornar suas fragilidades. 
Se for preciso, vai estudar. 
Faça o que for preciso para, mas sobretudo comece agindo. 

Veja também


7 - Básico, sim
Você não vai ser logo a melhor porque nenhum de nós é perfeito. 
Se tiver em mente que você não é perfeita, vai conseguir agir de forma mais liberta e se direcionar ao sucesso. 
Faça tudo de forma básica, mas focada e correta. 
Atraia a felicidade para você, e seja feliz!


8 - Metas possíveis
Quando você está neste passo, de eliminar as coisas ruins para conseguir o sucesso, deve traçar metas pequenas e celebrar cada conquista.
À medida que for evoluindo nessa questão da autoconfiança, poderá aumentar suas metas. 
Verá que, a passo e passo, vai conseguir alcançar grandes metas.

Veja também


9 - Aprenda a lidar com o fracasso
Muitas vezes não conseguimos ter aquilo que mais desejamos e por isso devemos estar preparados para lidar com os erros e com os fracassos de forma positiva.
Aprenda a crescer com isso, ao invés de se ficar martirizando. 
Identifique o que correu mal para conseguir melhorar. 

Veja também


10 - Sempre com os pés no chão
Quando fracassamos podemos perder entusiamos e é nesta altura que devemos sempre manter os pés na terra e reafirmar o compromisso com o sucesso.
Não se deixe envolver em fantasias desmedidas e trace sempre objetivos firmes. 



QUE TAL EMAGRECER COM RECEITAS FUNCIONAIS?



saudáveis e deliciosas

As receitas são perfeitas para você ter uma alimentação saudável e com muito sabor.
Siga-nos também no Google+ , Pinterest e Facebook

terça-feira, 7 de agosto de 2018

Água de maçã e canela ajuda a reduzir peso e cintura

Vamos ensinar agora uma receita muito boa para quem está na batalha contra a balança: a água de maçã e canela.

É uma receita excelente, que costuma funcionar e o motivo é simples. 

Veja também


Maçã e canela são potentes aceleradores do metabolismo, o que ajuda a queimar energia, mesmo quando estamos em repouso. 

Você vai consumir esta água no lugar da comum. 
São dois litros por dia. 
Beba a água fazendo o seguinte ciclo: 30 dias bebendo e 7 dias de descanso.



Ingredientes
2 litros de água.
1 maçã descascada
1 pedaço de canela em pau

Preparo
Encha uma jarra com 2 litros de água. 
Descasque e fatie a maçã
Coloque a maçã fatiada e o pedaço de canela em pau dentro da água.
Deixe descansar por meia hora.


Passado esse tempo, a água de maçã e canela já pode ser consumida,
Vá bebendo‐a ao longo do dia.

Você poderá gostar também
CHÁ DE MENTA COM GENGIBRE E LIMÃO PARA EMAGRECER RÁPIDO
BENEFÍCIOS DOS CHÁS


100 Receitas com Cardápio Low Carb


Querendo emagrecer mais não sabe por onde começar? Aqui você terá 100 receitas low carb, o melhor tipo de alimentação para emagrecer, bem como 2 ideias de cardápio para a semana toda, de segunda a domingo, para você não ficar na dúvida sobre o que comer.

Siga-nos também no Google+ , Pinterest e Facebook

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Chá de menta com gengibre e limão para emagrecer rápido

O gengibre e o limão funcionam muito bem em conjunto, porque libertam a gordura indesejada e as toxinas acumuladas dentro do corpo, que atrapalham o metabolismo e o tornam mais lento. 
Quando estas toxinas saem de dentro do organismo, o processo para queimar gorduras é muito mais eficaz.

Misturar gengibre com o chá de menta é ainda muito mais poderoso, porque promove uma boa digestão e acelera mais o metabolismo.

Experimente fazê-la em casa e repare nas mudanças na sua cintura e abdómen.

Veja também

Ingredientes 
2 xícaras de chá de menta 
1 colher de chá de gengibre ralado 
Suco de 1 limão 

Preparo
Esprema um limão, junte o gengibre e adicione o chá de menta, mexa bem e consuma a bebida à noite, antes de deitar, de preferência sem nada no estômago.

Para obter os resultados desejados é muito importante aliar a uma alimentação saudável, equilibrada, com acompanhamento médico e profissional, além da realização de atividades físicas.

Veja também





LIPOTURBO X
Tem ação emagrecedora e inibidora de apetite, que atua na queima de gordura, desintoxicação do corpo, reduzindo o inchaço do corpo, aumenta sua disposição, causa sensação de saciedade e faz você emagrecer de forma rápida e definitiva naturalmente.


Siga-nos também no Google+ , Pinterest e Facebook

domingo, 29 de julho de 2018

Qual tipo de óleo é mais saudável para cozinhar?




Fugir do óleo de canola, apostar no óleo de coco, fritar com azeite de oliva... 

Quando o assunto é qual tipo de óleo é mais saudável para cozinhar, as dicas que encontramos na internet parecem não chegar a nenhuma conclusão.

Veja também 

O motivo para isso é que os estudiosos da área seguem linhas de pesquisa diferentes: enquanto uns acreditam que o que faz um óleo ser saudável é a sua resistência às altas temperaturas, outros defendem que o que realmente importa é se ele ajuda a equilibrar os níveis de colesterol. 
E, como veremos a seguir, muitas vezes essas propriedades não caminham juntas. 
Gorduras saturadas: estabilidade ao calor x ameaça ao coração 

Veja também 

Quando são submetidos a temperaturas muito altas, os óleos e as gorduras sofrem oxidação, uma mudança em sua estrutura molecular que dá origem a substâncias prejudiciais ao organismo. 

Um exemplo são os aldeídos, que mesmo consumidos em quantidades baixas podem oferecer um risco aumentado para doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer.


Segundo um estudo realizado pela BBC, os óleos que mais produzem esses aldeídos quando aquecidos são aqueles que têm uma maior quantidade de gorduras poli-insaturadas. 
Por outro lado, aqueles que são ricos em gorduras saturadas e monoinsaturadas são mais resistentes às altas temperaturas, gerando uma quantidade muito menor de aldeídos. 

Veja também

Contudo, existe uma controvérsia nesse estudo: embora as gorduras saturadas forneçam estabilidade ao aquecimento, seu consumo está associado a um risco elevado de doenças cardiovasculares, como hipertensão, doença arterial coronariana, hipertensão e até mesmo acidente vascular cerebral e infarto.
Assim, um mesmo óleo pode ser considerado excelente de acordo com um grupo de pesquisadores e péssimo segundo outra linha de estudos. 
Dessa forma, em vez de simplesmente dizer qual tipo de óleo é mais saudável para cozinhar, o melhor é que você conheça as vantagens e desvantagens de cada um deles: 

Veja também 



Azeite de oliva virgem

Este é o óleo que tem a maior quantidade de gordura monoinsaturada e a menor de gordura saturada em relação aos demais, o que faz dele uma excelente alternativa para prevenir doenças cardiovasculares e aumentar os níveis de colesterol bom (HDL).



Por suportar temperaturas de até 180 graus, o azeite de oliva virgem provavelmente é a opção mais saudável para cozinhar, refogar e regar alimentos que serão levados ao forno. 

Como ele é pobre em gorduras poli-insaturadas, os pesquisadores da BBC afirmam que esse é o melhor óleo inclusive para as frituras, pois ele produziria menos aldeídos ao ser submetido ao calor. 

Contudo, essa opinião não é um consenso, pois outros grupos afirmam que, acima de 180 graus, ele perde suas propriedades benéficas e produz substâncias perigosas. 

Veja também

Azeite de oliva extravirgem
De sabor mais sofisticado do que a versão anterior, o azeite de oliva extravirgem continua oferecendo os mesmos benefícios para a saúde cardiovascular e o equilíbrio dos níveis de colesterol.

Porém, para que essas propriedades se conservem em sua totalidade, ele deve ser consumido sem aquecimento (para regar saladas, por exemplo), pois tem uma resistência menor às altas temperaturas.


Óleo de canola
Quando o assunto são as polêmicas envolvendo os óleos de cozinha, o óleo de canola certamente é o grande campeão, pois existe uma série de mitos relacionados a ele.

Veja também

Fala-se que o óleo de canola seria a fonte do terrível gás mostarda, o que não passa de mito. 
Ainda, se diz que ele seria utilizado como pesticida ou lubrificante industrial, o que é verdade – mas qualquer óleo poderia ser utilizado para esse fim, e isso não representa um perigo para o ser humano.


Na verdade, as controvérsias começam pelo fato de a canola ser uma planta criada artificialmente a partir da colza. 
Embora os transgênicos realmente sejam alvo de muita desconfiança, a canola foi considerada segura tanto por órgãos nacionais, como a Anvisa e a Embrapa, quanto pelo FDA, dos EUA. 

Mesmo que muitas pessoas prefiram evitar os transgênicos, o óleo de canola tem uma grande quantidade de gorduras monoinsaturadas (61%), que são benéficas, perdendo apenas para o azeite de oliva (76%). 

Além disso, ele é bastante estável ao calor e, segundo a pesquisa da BBC, produz menos aldeídos que os outros óleos (perdendo apenas para o azeite de oliva novamente). 

Veja também 

Óleo de soja
Por ser um dos óleos mais baratos do mercado, o óleo de soja costuma estar presente na maioria das cozinhas, mas ele é fonte de muitas controvérsias. 

O óleo de soja é rico em ômega-3 e ômega-6, o que é benéfico para a saúde cardiovascular por ajudar a equilibrar os níveis de colesterol bom e ruim, além de ser bastante resistente a temperaturas de até 200 graus.






Por outro lado, alguns especialistas dizem que devemos evitá-lo por se tratar de um óleo refinado, que tende a perder os ácidos graxos e outras substâncias benéficas durante seu processamento – e, assim, ele não traria nenhuma vantagem.

Veja também

Óleo de girassol
Esse óleo fornece vitamina E e substâncias antioxidantes, o que ajuda a combater o estresse e o envelhecimento, mas é alvo de muita polêmica entre os especialistas.

Por ter uma baixa quantidade de gorduras saturadas, que são o principal ponto de discordância, não existe um consenso sobre ele ser seguro ou não.






Assim, algumas linhas de pesquisa afirmam que ele se mantém estável até 200 graus, sendo aconselhável inclusive para as frituras. 

Outras linhas, por sua vez, afirmam que suas propriedades benéficas se perdem com o aquecimento, mesmo para cozinhar, devido à alta taxa de formação dos aldeídos. 

Veja também

Óleo de milho
Assim como o óleo de girassol, o óleo de milho também está no meio de uma discussão entre os especialistas.






Para alguns, ele é considerado uma opção saudável por fornecer ômega-6, proteger os vasos sanguíneos, regular os níveis de colesterol e reforçar o sistema imunológico, podendo ser aquecido a até 180 graus. 

Para outros, ele não é estável em altas temperaturas.. 


Veja também

Óleo de coco
O óleo de coco está na moda devido aos seus supostos benefícios, mas, de acordo com um relatório divulgado pela Associação Americana do Coração, é preciso ter certo cuidado ao utilizá-lo. 

Isso porque seu alto conteúdo de gorduras saturadas (82%) leva ao aumento do colesterol ruim (LDL), aumentando o risco de doenças cardiovasculares – em comparação, o azeite de oliva tem apenas 14% dessa gordura, enquanto o óleo de canola tem 7%.






Veja também


Dessa forma, mesmo que o óleo de coco seja estável em altas temperaturas (conforme o estudo da BBC), a Associação Americana do Coração recomenda que ele não seja utilizado na cozinha devido aos riscos ao coração.
E onde entram a banha de porco e a manteiga nessa história?

As gorduras de origem animal como a banha de porco e a manteiga são ricas em gorduras saturadas, o que as torna mais estáveis ao calor e impede a formação dos aldeídos. 

Veja também

Porém, é esse mesmo alto índice de gorduras saturadas que faz com que esses ingredientes sejam considerados vilões do colesterol e da saúde cardiovascular.

Dessa forma, em meio a tanta polêmica, em vez de tentar descobrir qual tipo de óleo é mais saudável para cozinhar, a melhor escolha sempre será dar preferência a pratos preparados com a menor quantidade possível de gordura, evitando os alimentos fritos e apostando em vegetais frescos, grãos e proteínas magras.

QUE TAL EMAGRECER COM RECEITAS FUNCIONAIS?
São +100 receitas TESTADAS e APROVADAS para deixar seu dia-a-dia muito mais SAUDÁVEL.
As receitas são perfeitas para você ter uma alimentação saudável e com muito sabor.
São várias opções para o seu café-da-manhã, almoço, jantar, lanches e ainda vem com bônus exclusivo para você.

Tem muitas receitas sem farinha, sem glúten, sem lactose, sem açúcar e low carb.
Siga-nos também no Google+ , Pinterest e Facebook